Relatom - Inteligência em Gestão
INÍCIO
A EMPRESA
NOVO!
GESTÃO DE PROCESSOS
GESTÃO DE PESSOAS
Formação de Executivos
Treinamentos
ARTIGOS
INÍCIO
A EMPRESA
NOVO!
GESTÃO DE PROCESSOS
GESTÃO DE PESSOAS
Formação de Executivos
Treinamentos
ARTIGOS

Coaching é para quem tem potencial

Meu primeiro contato com o tema “Coaching” se deu em novembro de 1996. Na época eu atuava como executivo de Recursos Humanos de uma empresa no Paraná. Estava nos Estados Unidos em um congresso da ASTD (American Society for Training and Development), que recentemente teve seu nome mudado para ATD (Association for Talent Development). Nesse evento o autor Kenneth Blanchard estava lançando um novo livro, em parceria com Don Shula, que tinha sido treinador do time de futebol americano Miami Dolphins, de 1970 a 1995.

Livro “Everyone’s a coach” – Don Shula e Ken Blanchard.

Ken Blanchard foi uma importante referência para mim como um dos autores do meu tempo de universidade, junto com Paul Hersey, Peter Drucker, dentre tantos outros.

Não poderia perder a oportunidade de ter um livro autografado daquele autor, mesmo achando, pela capa do livro, que se tratava de uma obra destinada ao mundo do esporte, área que nunca esteve entre meus principais interesses.

Adquiri o livro e entrei na fila do autógrafo. Chegando minha vez troquei algumas breves palavras com o Ken Blanchard e ele autografou o livro escrevendo:

“Para Marcelo: Seja o melhor coach – ASTD 96”.

Como não tinha ideia ainda, sobre o que se tratava o coaching, agradeci pelo autógrafo, achando curioso e definitivamente improvável que um dia eu pudesse me tornar treinador de algum time…

Autógrafo de Ken Blanchard.

Foi só em 2003, quando encerrei a carreira de executivo para alçar minha carreira “solo”, que decidi investir em uma formação sólida com ferramentas e técnicas de coaching, e começar a atuar nesse campo. Me apaixonei pelo tema e desde então dedico muitas horas a ele.

Entendi, com o tempo de estudo e a prática, que o processo de coaching vem suprir uma lacuna que as duas formas tradicionais de desenvolvimento de competências (treinamento e consultoria) não conseguem.

O coaching veio exatamente completar essa lacuna, quando concentrou os conhecimentos em métodos, ferramentas, processos e, principalmente, ancoras éticas que norteiam o exercício da função de coach.

Não veio para revogar ou atualizar o que já existia, veio para complementar e oferecer uma inovadora forma de contribuir com o sucesso das pessoas, em todas as áreas da vida.

O coaching, hoje, é uma das mais poderosas ferramentas, de que as pessoas e empresas dispõe, para alavancar resultados, corrigir desempenho, melhorar a performance de pessoas ou equipes, alcançar objetivos, mas principalmente tornar a vida mais fácil, prazerosa e produtiva.

No mundo corporativo tem sido muito usado para ajudar as pessoas a atualizarem seus comportamentos, possibilitando, acelerar o aprendizado e otimizar o desempenho de indivíduos e de equipes.

Coaching é, portanto, um processo de desenvolvimento pessoal de curto prazo, instigante, motivador e inspirador, que possibilita a alguém acessar seu pleno potencial pessoal e profissional. Isso se dá através da atualização da visão que se tem de si e do ambiente, da transformação de hábitos pessoais que estejam dificultando o sucesso e da definição e aplicação de planos de progresso objetivos.

Acompanhe outras postagens sobre coaching e gestão empresarial no site da Relatom!

Leia outros artigos

X